Seu navegador não suporta JavaScript!

PGT lança Observatórios do Trabalho Escravo e de Saúde e Segurança no Trabalho em Genebra

Ações

MPT Notícias

Filtro

Filtre matérias por:

Instruções de busca

Escolha qualquer combinação dos argumentos acima para encontrar Matérias do MPT posteriores à 21 de maio de 2015. Para matérias anteriores utilize as opções de ano/mês de Arquivo..

09/06/17 Procuradoria-Geral do Trabalho

PGT lança Observatórios do Trabalho Escravo e de Saúde e Segurança no Trabalho em Genebra

As duas ferramentas foram desenvolvidas pelo MPT e OIT para para o monitoramento do trabalho decente no país

Brasília -  O procurador geral do Trabalho, Ronaldo Curado Fleury, apresentou, nesta sexta-feira em Genebra, as duas ferramentas digitais inéditas desenvolvidas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil  para o monitoramento do trabalho decente no país: o Observatório Digital do Trabalho Escravo e o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho.

Os dois portais concentram e cruzam dados sobre o trabalho escarvo,  acidentes e adoecimento de trabalhadores e permitem o  mapeamento dessas ocorrências por setor, área geográfica, faixa etária e outras variáveis. Os dois observatórios representam um grande avanço em termos de gerenciamento transparente, eficiente e efetivo de políticas públicas, programas e projetos para a prevenção tanto de acidentes de trabalho, quanto da ocorrência do crime de trabalho escravo contemporâneo.

Desenvolvidos pelo SMARTLAB de Trabalho Decente MPT - OIT, os dois portais têm por finalidade subsidiar o desenvolvimento, o monitoramento e a avaliação de projetos e programas com base em informações e evidências sobre o contexto socioeconômico em que os acidentes de trabalho e o trabalho escravo contemporâneo ocorrem.

Com foco na promoção do trabalho decente, o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho (https://observatoriosst.mpt.mp.br) irá subsidiar o desenvolvimento, monitoramento e avaliação de projetos, programas e políticas públicas de prevenção de acidentes e doenças no trabalho, com base em dados e evidências de todo o Brasil. Além de informar e auxiliar no combate às irregularidades no meio ambiente do trabalho.

Produto de um gigantesco cruzamento de dados, o Observatório Digital do Trabalho Escravo no Brasil (https://observatorioescravo.mpt.mp.br), mapeia dados sobre o fenômeno que até então estavam perdidos em bancos de dados governamentais e só eram divulgados em relatórios anuais sem contextualização socioeconômica. Foram coletados, organizados, tratados e transformados em informações úteis à pesquisa e à compreensão do fenômeno do trabalho escravo no Brasil

Ronaldo Fleury participou na quinta-feira de almoço oferecido pela chefe da Delegação Permanente do Brasil em Genebra, embaixadora Maria Nazareth Farani Azevêdo. Na ocasião, o procurador geral do Trabalho agradeceu o apoio dado tanto pela embaixadora, quanto pelos integrantes da missão diplomática junto à ONU, ao lançamento dos Observatórios Digitais de Trabalho Escravo e  de Saúde e Segurança do Trabalho. Também estiveram presentes ao lançamento representantes do Ministério do Trabalho e de centrais sindicais.

Mais informações sobre os Observatórios no no site: smartlab.mpt.mp.br

 

 

Assunto(s)
Atuação do MPT
Procuradoria-Geral do Trabalho - Assessoria de Comunicação - Tel. (61) 3314-8222
Conteúdo Complementar
${loading}