Seu navegador não suporta JavaScript!

Sobrevivente de acidente da Chapecoense faz palestra no MPT

Ações

MPT Notícias

Filtro

Filtre matérias por:

Instruções de busca

Escolha qualquer combinação dos argumentos acima para encontrar Matérias do MPT posteriores à 21 de maio de 2015. Para matérias anteriores utilize as opções de ano/mês de Arquivo..

07/12/17 MPT em Santa Catarina

Sobrevivente de acidente da Chapecoense faz palestra no MPT

Jornalista Rafael Henzel compartilha aprendizados do acontecimento em cerimônia de homenagem aos servidores jubilados

Florianópolis - O jornalista Rafael Henzel, 44 anos, o único jornalista sobrevivente do Voo LaMia 2933 — cuja queda em 28 de novembro de 2016 marcou a maior tragédia do esporte mundial, foi palestrante na terça-feira (5) da cerimônia em homenagem aos servidores jubilados de 2017 do Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT-SP).

Na solenidade, receberam placas de agradecimento pela dedicação à instituição os servidores Daniel Almeida Soares, Martha Simei Teles Pereira e Marco Antonio Arenhart (20 anos de casa) e Andressa Farinon, Fabia Cristiana Furlan Lopes, Ivanir Sant Helena e  Luiz Fernando Santos Soares (10 anos de casa).

Logo após Rafael Hanzel dividiu com procuradores, servidores, estagiários e terceirizados, o drama e a lição de vida que teve com o acidente de avião que levava a equipe da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana na Colômbia, um sonho   interrompido pela falta de combustível.  Dos 77 passageiros, somente  6 sobreviveram. Henzel, que faria a cobertura da final pela Rádio Oeste Capital FM, perdeu 20 colegas jornalistas.

Na palestra o jornalista deu detalhes dos dois minutos de apreensão entre o desligamento dos motores da aeronave e a colisão lateral com o solo. "Apaguei durante a queda. Ao acordar na escuridão da mata, notei uma luz distante que me fez perceber que havia nascido de novo."


"Enquanto eu estava no hospital, não imaginava a comoção que o acidente estava causando no país e no mundo" afirma o jornalista, que se surpreendeu com a mobilização popular diante do acidente. Em novembro, um ano após o acidente, Henzel retornou ao local para agradecer às equipes de emergência colombianas.
 
Em seu relato, destacou a emoção em retornar ao lar após ter sobrevivido. Hoje, Henzel prioriza os momentos de alegria e esperança junto aos amigos e familiares. "Nos momentos de tensão a gente resgata uma força que nem sabe que tem."

O recado dele foi: “sorria, aprenda a valorizar as coisas mais simples e cada minuta de sua existência, ouça uma música, nunca desista, não se apegue aos traumas dos momentos difíceis, olhe para frente, foque no futuro e acredite que a oração e as energias positivas cultuadas em diferentes religiões, culturas e povos numa corrente única de amor e fé são o bem maior da humanidade. Deus opera milagres e prova disso somos nós, os comissários Erwin Tumiri e Ximena Suarez, os atletas Alan Ruschel, Jackson Follmann, Hélio Neto Zampier e eu...eu sou um milagre”.  

As palavras resumem o livro escrito por Rafael Henzel “Viva como se estivesse de partida”.

 

Assunto(s)
Atuação do MPT
MPT em Santa Catarina - Tel. (48) 3251-9913 - Email: prt12.ascom@mpt.gov.br
Conteúdo Complementar
${loading}