Seu navegador não suporta JavaScript!

Audiência de conciliação evita greve de vigilantes

Ações

MPT Notícias

Filtro

Filtre matérias por:

Instruções de busca

Escolha qualquer combinação dos argumentos acima para encontrar Matérias do MPT posteriores à 21 de maio de 2015. Para matérias anteriores utilize as opções de ano/mês de Arquivo..

13/03/17 MPT em Santa Catarina

Audiência de conciliação evita greve de vigilantes Audiência de conciliação evita greve de vigilantes

Acordo garante reposição de dinheiro nos caixas eletrônicos para os trabalhadores sacarem o FGTS

Florianópolis - O Ministério Público do Trabalho (MPT-SC), Justiça do Trabalho e as classes profissionais e patronais, formalizaram na sexta-feira (10) o acordo que pôs fim ao dissídio coletivo entre as empresas de transporte de valores e diversos sindicatos que representam os vigilantes que atuam em bancos, empresas e órgãos públicos de Santa Catarina.

Os cerca de 23 mil trabalhadores dos dois setores terão reajuste salarial de 5,44% (seguindo o INPC de fevereiro) sobre o salário-base, que passa a valer R$ 1.364,00. O vale-alimentação foi reajustado para R$ 19,00 por dia. As cláusulas sociais já vinham sendo construídas e serão finalizadas entre as partes.

A negociação no Tribunal  Regional do Trabalho da 12ª Região (TRT-SC) iniciada na última quarta-feira encerrou o impasse que poderia comprometer a segurança e a reposição de dinheiro nos caixas eletrônicos das agências da Caixa Econômica Federal, neste momento em que milhares de pessoas estão fazendo o saque das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

A audiência de conciliação foi conduzida pela desembargadora do Trabalho Mari Eleda Migliorini, vice-presidente do TRT, que abdicou de suas férias com o objetivo de solucionar o conflito e evitar a greve que teria grandes proporções. “Ao ajudar as partes a se conciliarem, a Justiça do Trabalho cumpre seu papel primordial: o da pacificação social das relações de trabalho”, disse a desembargadora.

A  procuradora  regional do Trabalho, Cinara Sales Graeff que atuou diretamente nas negociações representando o MPT-SC afirmou que “com este acordo, todos saem vitoriosos: trabalhadores, empresários e a sociedade catarinense”.
 

Assunto(s)
Liberdade Sindical
MPT em Santa Catarina - Tel. (48) 3251-9913 - Email: prt12.ascom@mpt.gov.br
Conteúdo Complementar
${loading}